/Santos recebe Botafogo e joga última ficha pela Libertadores

Santos recebe Botafogo e joga última ficha pela Libertadores

Em ladeira abaixo depois de quatro derrotas seguidas, o Santos  joga nesta quarta-feira, às 21h, contra o Botafogo suas últimas fichas por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores. O time paulista precisa vencer o rival na Vila Belmiro, em duelo válido pela 36ª.ª rodada, para manter vivo o sonho de jogar o torneio sul-americano em 2019.

Se não sepultaram completamente as chances de disputar a Copa Libertadores no próximo ano, as quatro derrotas consecutivas para Palmeiras, Chapecoense, Flamengo e América-MG deixaram o time alvinegro muito longe da competição sul-americana

Ao perder em Belo Horizonte para América-MG, então vice-lanterna da tabela, o Santos foi ultrapassado justamente pelo rival desta quarta, e caiu para a 10ª colocação, com 46 pontos, sete a menos que o Atlético-MG, que fecha o G6. Dessa forma, os comandados de Cuca, além de um desempenho notório nas rodadas finais, precisam torcer para tropeços de seus concorrentes.

Com o clima ruim advindo dos resultados negativos em sequência, o Santos resolveu mudar a rotina da preparação para o duelo. Fechou completamente o último treinamento  antes da partida e aderiu ao silêncio ao abolir as entrevistas coletivas para os jornalistas. Desde que chegou, Cuca sempre abriu ao menos uma parte das atividades e os atletas costumavam atender a imprensa com frequência.

O treino fechado impediu que Cuca desse dicas de quem joga. No entanto, o treinador não deve fugir do habitual e a tendência é de que a única mudança em relação à partida anterior seja o retorno de Luiz Felipe, recuperado de lesão, na zaga, o que encerraria as improvisações de Cuca no setor.

Sem Luiz Felipe e também Lucas Veríssimo nas últimas rodadas, o treinador improvisou os volantes Alison e Yuri ao lado de Gustavo Henrique. Rodrygo deve ficar novamente responsável pela armação. Apesar de não jogar no setor, ele tem sido recuado para a função para suprir a carência de opções com as ausências dos estrangeiros Carlos Sánchez e Bryan Ruiz, com suas respectivas seleções.

No ataque, Cuca não tem Bruno Henrique, que, além de suspenso, deixou o confronto com o América-MG lesionado. Ainda não se sabe a gravidade do problema do atacante. Eduardo Sasha briga com Copete e Arthur Gomes por um lugar na frente. Gabriel, artilheiro da competição, com 17 gols e que vem destoando dos companheiros, é a aposta santista para espantar a má fase.

Em fase ascendente após vencer quatro jogos consecutivos, se livrar de qualquer chance de ser rebaixado e disparar na tabela, o Botafogo sonha com uma vaga na copa libertadores de 2019  Um passo para que o milagre vire realidade é vencer o Santos nesta quarta-feira.

Antes seriamente ameaçado pelo rebaixamento, o Botafogo decolou após uma arrancada fulminante e entrou na briga pelo G6 do campeonato brasileiro. Apesar da dificuldade da missão, o time carioca sonha com a vaga na competição sul-americana e aposta nos confrontos diretos. Além do Santos, a equipe alvinegra encara na última rodada o Atlético-MG, atual dono da sexta posição.

Com os quatro triunfos consecutivos – o último sobre o internacional, postulante ao título – o Botafogo pulou para a nona colocação, com 47 pontos, um a mais que o rival desta quarta e a seis do atlético- MG . Logo, o jogo na Vila Belmiro é fundamental para a ambição de voltar a disputar a Libertadores.

No elenco, apesar de os atletas pregarem cautela e de reconhecerem a dificuldade da tarefa, o discurso indica que todos sonham com o feito. “A gente estava em situação difícil, conseguimos sair. Sonhar é possível sempre, focar jogo a jogo”, disse o zagueiro Igor Rabello.

Erik, nome em ascensão do time ao ser decisivo com gols contra Botafogo e internacional  corrobora o pensamento de Rabelo. “Vamos continuar dando o nosso melhor, isso é algo que procurei desde que cheguei, de não deixar nenhuma partida sem estar extremamente cansado. A gente vai buscar, sim, sempre vencer, mas é um passo de cada vez”, afirmou.

O atacante, que está emprestado pelo palmeiras  até o final deste ano e acabou ajudando o clube ao qual pertence com os gols nos triunfos sobre os perseguidores do time alviverde, é a principal aposta botafoguense para a reta final da competição. Rápido e habilidoso, o jogador diz que está mais maduro e vive o melhor momento da carreira.

Joel Carli, suspenso pelo terceiro amarelo e lesionado, é o único desfalque da equipe. O defensor argentino sentiu um problema no ombro e pode até ficar fora das últimas duas partidas também. Yago e Marcelo brigam pela vaga. Gilson, Aguirre, Jean e João Paulo também estão lesionados e não viajaram a Santos. João Paulo deve estar à disposição contra o Paraná.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS X BOTAFOGO

SANTOS – Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Diego Pituca e Rodrygo; Arthur Gomes (Eduardo Sasha), Copete e Gabriel. Técnico: Cuca.

BOTAFOGO – Gatito Fernández; Marcinho, Yago (Marcelo), Igor Rabello e Moisés; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes e Leonardo Valencia; Luiz Fernando, Brenner e Erik. Técnico: Zé Ricardo.

ÁRBITRO – Heber Roberto Lopes (SC)

HORÁRIO – 21h

LOCAL – Vila Belmiro /AE

Deixe Sua Mensagem