/Os dois ainda discutiram sobre a mais recente proposta de Haddad de fazer uma nova Constituição. Para Ciro, não se trata de uma iniciativa democrática, afirmação contestada por Haddad, que diz apenas querer reorganizar a Constituição, tão alterada por propostas de emenda nos últimos anos.

Os dois ainda discutiram sobre a mais recente proposta de Haddad de fazer uma nova Constituição. Para Ciro, não se trata de uma iniciativa democrática, afirmação contestada por Haddad, que diz apenas querer reorganizar a Constituição, tão alterada por propostas de emenda nos últimos anos.

Ana Maria Braga chorou ao receber Ana Furtado na edição desta segunda-feira, 1, do Mais Você. A apresentadora do É de Casa ainda faz tratamento, até dezembro, contra o câncer de mama.

“É um choro de felicidade estar aqui com você, um agradecimento meu por também estar aqui, receber você e entendendo o que significa isso na cabeça de uma pessoa. Porque a gente é igual a todo mundo”, justificou Ana Maria, que também lutou contra um tumor.

Este mês é conhecido como Outubro Rosa, de conscientização e luta contra o câncer de mama. No bate-papo entre as apresentadoras durante o café da manhã, o oncologista Fernando Maluf, que cuida da saúde de Ana Furtado, fez um alerta importante sobre o diagnóstico precoce e o medo que as pessoas sentem ao procurar um médico: “Quem procura, acha. Mas quem acha, cura”, disse.

A apresentadora do É de Casa relatou que desconfiou de um caroço que apalpou no seio durante um autoexame no chuveiro. “Era do tamanho de um botão pequeno. Aquilo começou a me preocupar porque eu sabia que tinham cistos, mas nunca tinha sido tão palpável”, explicou.

Ana Maria Braga mostrou uma foto em que Ana Furtado está com uma tiara de flores para falar sobre a queda de cabelo da apresentadora. A imagem está no perfil oficial de Ana no Instagram

Ana Furtado confessou que sentiu raiva quando descobriu que estava com câncer, mas que mudou esse sentimento graças a um vídeo da monja Coen. Ela recebeu o diagnóstico em março deste ano e, no mês seguinte, decidiu divulgar o caso nas redes sociais. / Estadão

Deixe Sua Mensagem