Em uma missa em Medellín neste sábado (9), o Papa Francisco recordou o passado violento da cidade colombiana e lamentou as vidas perdidas para o vício e os “sicários da droga”.

“Os jovens são naturalmente inquietos. Inquietude muitas vezes enganada, destruída pelos sicários da droga. Medellín me traz essa recordação. Lembra-me tantas vidas jovens truncadas, descartadas, destruídas”, disse o Papa.

Medellín é a segunda cidade mais populosa da Colômbia com 3,7 milhões de habitantes e chegou a ser considerada o município mais violento do mundo no final dos anos 1980. Á época, o narcotraficante Pablo Escobar movimentava milhões de dólares com o tráfico de cocaína.Francisco está na Colômbia desde a quarta-feira e já realizou uma missa para 1,3 milhão de pessoas em Bogotá. O sumo pontífice fica no país latino até o domingo.

(Brasil 247)

Deixe Sua Mensagem